sexta-feira, 19 de maio de 2017

Pão de queijo de cabra

Versao adaptada pras particularidades do leite e queijo de cabra

As vezes consigo por aqui leite de cabrinhas felizes que pastam pela região. E assim descongelei minha ultima garrafinha com a intenção de fazer pao de queijo e iogurte. O primeiro resultado saiu e ficou delicioso

1 xícara de tapioca granulada (do cuscuz)
2 xicaras de leite de cabra
4 cs cheias de gordura (usei uma banha artesanal que tinha comprado num camping da região)
3 ovos caipiras
2 xicaras de queijo de cabra (usei dois tipos, uma xícara de cada)
Aproximadamente 1 xicara de polvilho azedo
Pouco sal (nem usei pq um dos queijos era bem salgado)

Ferva o leite de cabra. Misture bem a tapioca nele pra nao criar gomos. Adicione a gordura e mexa mais. Espere esfriar.
Acrescente os demais ingredientes deixando o pvilho por ultimo ate que a massa de liga. A massa é meio grudenta. O ponto é quando conseguimos enrolar bolinhas sem grudar tudo na mão (grudar um pouquinho ok)

segunda-feira, 3 de abril de 2017

Sorvete vegano de baunilha


E minha sorveteira vai sendo cada vez mais utilizada.... e agora com a minha maior musa inspiradora, que ainda não come açúcar, mas fica de olho em tudo que a 
mamãe esta comendo.
A solução, então, foi fazer uma receita que agradasse a todos de casa!
Mas atenção! Essa receita é muito fácil se feita na sorveteira. No muque, a coisa muda de figura..... tem que levar a mistura ao freezer por duas horas, voltar pro processador, colocar no freezer mais duas horas, processar novamente e assim sucessivamente (umas 4 vezes pelo menos, ate a consistencia de sorvete se formar)

400 ml de leite de coco (se tiver acesso àqueles vendidos em lata, mais cremosos, vai fundo!)
3/4 tamaras sem caroços (usei aquela mais macia, medjol)
1,5 xic leite de castanha de caju 
1 fava de baunilha raspada (so as sementinhas)
1/2 colher de cha de goma guar (opcional)

Bata o leite de coco e as tamaras. Adicione o leite de castanhas e baunilha. Por último, acrescente a goma. Deixe na geladeira por uma hora.
Ligue a sorveteira e va adicionando a mistura aos poucos. Deixe batendo por uns 20 minutos (depende das instruções do fabricante). Tome imediatamente ou leve ao freezer, mas nesse caso retire o sorvete uns 10 minutos antes de servir.

sexta-feira, 3 de fevereiro de 2017

Estrogonofe de palmito pupunha


Me programei pra fazer um jantar especial em casa. Era pra ser um estrogonofe de cogumelos, mas não tinha unzinho sequer pra contar história no  hortifruti. Mas tinha um belo palmito fresco que eles limpam na hora. E foi aí que veio a ideia.
Cortei 2/3 do palmito em pedaços (tirando a casca mais fibrosa de fora) e refoguei com 1 cebola e 3 dentes de alho. 

Acrescentei 1 tomate picado
1 pimenta dedo de moça sem sementes 
1 cc paprica
Deixei cozinhar por uns 20 minutos enquanto ralava o inhame e fritava no oleo de coco.

Quando o palmito ficou macio (ele nao chega a ficar molengo, so macio. Pode ser necessário colocar um pouco de água), eu acrescentei aproximadamente 1 xicara de leite de castanhas. Peguei majs uma xicara de cafe e coloquei metade de leite de castanhas e uma colher de sobremesa de fecula de batata ou farinha de trigo ou farinha sem glúten . Musturei pra engrossar o caldo e joguei salsinha picada por cima.
Pra montar eu botei arroz por baixo, o estrogonofe e o inhame palha frito no oleo de coco (depois lembrei porque eu detesto fritar em casa 😏)